*POR Por G1 Minas

De acordo com a PM, suspeito vestia indevidamente uniforme completo do Exército, crime previsto no Código Penal Militar.
Um jovem foi preso por uso indevido de farda militar na Avenida Sinfrônio Brochado, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte, neste domingo (17). De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito de 24 anos usava o uniforme completo do Exército e chamou atenção dos agentes, durante um patrulhamento, devido ao local e ao horário em que caminhava nesta madrugada.
Questionado pela PM se era mesmo militar, o homem respondeu que era reservista, mas não tinha a carteira funcional para apresentar aos policiais. Depois, segundo o boletim de ocorrência, ele admitiu ser apenas um “amante do Exército” e que comprou a farda pela internet por cerca de R$ 300.
A polícia verificou que o jovem realmente não pertencia às Forças Armadas e realizou a prisão. Os policiais disseram que “devido aos últimos acontecimentos no país envolvendo fanatismo, idolatrias ideológicas, foi realizada diligência na residência do autor”.
Já na casa do suspeito, os PMs encontraram uma réplica de arma e um comprovante da compra da farda pela internet, cujo remetente seria uma loja de Três Corações, no Sul de Minas. O material foi apreendido.
De acordo com o artigo 172 do Código Penal Militar (CPM), é proibido “usar, indevidamente, uniforme, distintivo ou insígnia militar a que não tenha direito”, com pena de detenção de até seis meses. A PM informou que o homem foi conduzido para uma das centrais de flagrantes da Polícia Civil, que vai investigar o caso.

Comentários no Facebook